sábado, 19 set 2020
Publicidade

Entidades da sociedade civil lançam manifesto em defesa do Supremo

De acordo com informações do Painel, da Folha, deste sábado (30), entidades da sociedade civil se uniram em um manifesto de desagravo ao STF. A razão é a descrença numa mudança de atitude de Jair Bolsonaro e de parte de seus apoiadores.

O documento é assinado pela CNBB, OAB, UNE, CNI e grandes centrais sindicais. O texto diz que países que admitiram retrocessos “começaram suas fatídicas trajetórias atacando o Judiciário de forma desleal e falsa”.

O manifesto, ainda de acordo com a coluna, será lançado na quarta (3). Haverá sessão solene no Supremo. Representantes dessas entidades e políticos irão até a corte.

O texto afirma que “a Suprema Corte é insubstituível e é dever de todos a sua defesa, pois, sem ela, nenhum cidadão está protegido”. Além disso, condena “ataques autoritários e truculentos contra o guardião da Constituição” e “discursos que pregam o ódio e a violência”.

Por sua vez, movimentos identificados com a direita convocam atos contra o STF para o fim da mesma semana em que o documento será lançado. Há apelo pelo impeachment de ministros e pela “proteção à Lava Jato”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.