Escritório de Bolsonaro não foi alvo de mandado de busca e apreensão

Mais cedo, GloboNews havia anunciado que casa teria sido usado na campanha de Bolsonaro

Ao contrário do que foi informado inicialmente pela GloboNews, o escritório do presidente Jair Bolsonaro no bairro de Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio de Janeiro, não foi alvo de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (18).

A casa que foi alvo de operação da Polícia Civil foi a de Alessandra Esteves Marins, que atua como assessora de Flávio em escritório na Barra da Tijuca. O imóvel está localizado próximo do endereço que serviu de comitê de campanha do presidente.

A casa de Alessandra é a de número 31. A de Bolsonaro é a de número 15.

A retificação foi feita pela própria GloboNews. “RETIFICAÇÃO: a casa onde foi feita a busca e apreensão em Bento Ribeiro não era de Bolsonaro. A casa dele é bem próxima”, afirmou a repórter Cecilia Flesch, que entrou ao vivo para desfazer o mal entendido.

“A busca e apreensão foi feita na casa vizinha, onde morava Alessandra Marins, ex-funcionária da ALERJ e atual funcionária do gabinete de Flávio Bolsonaro”, completou.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.