Política

“Eu autorizo”: 76% apoiam impeachment caso Bolsonaro desrespeite a Justiça

Pesquisa Datafolha mostra que presidente não tem respaldo popular para sua intentona golpista

Compartilhar

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (18) aponta que o presidente Jair Bolsonaro, diferentemente da impressão que tentou passar nos atos do dia 7 de setembro, não possui respaldo popular para sua intentona golpista.

Durante aquelas manifestações, que continham bandeiras antidemocráticas e que pregavam uma ruptura institucional, o chefe do Executivo disse que não acataria mais nenhuma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Seus apoiadores reagiam gritando a frase “eu autorizo”, que também estava grafada em faixas e cartazes nos protestos.

Segundo o Datafolha, no entanto, 76% da população brasileira acredita que o presidente deve sofrer um impeachment caso desobedeça a Justiça. Apenas 21% consideram que Bolsonaro não deve receber punição em caso de não querer acatar decisões judiciais, enquanto outros 3% não souberam responder.

O instituto de pesquisas ouviu 3.667 pessoas em 190 cidades do país entre os dias 13 e 15 de setembro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Atos golpistas: tiro pela culatra

As manifestações golpistas lideradas por Jair Bolsonaro no dia 7 de setembro geraram o efeito contrário ao esperado pelo presidente e seus apoiadores.

Com pautas antidemocráticas, os atos tinham como objetivo cacifar um suposto apoio da população ao chefe do Executivo em meio a sucessivos revezes no STF, que vem investindo contra a organização de atos golpistas e divulgação de fake news.

O resultado, no entanto, foi o oposto: o presidente do STF, Luiz Fux, reagiu com um pronunciamento em que apontou possibilidade de Bolsonaro ter cometido crime de responsabilidade e as movimentações por um impeachment ganharam novo fôlego no Congresso Nacional.

E não foi só no meio político que a tese do impeachment teve novo impulso. A população também voltou a dar atenção ao tema e isso se refletiu nas buscas feitas pelo Google.

Dados do Google Trends, plataforma que mede as pesquisas no buscador, analisados pela Fórum, mostram que a procura pelo termo “impechament Bolsonaro” teve uma disparada considerável no dia 8 de setembro – exatamente um dia após os atos golpistas.

O Google Trends faz uma escala de 0 a 100 na popularidade do assunto. Analisando as buscas no período de 1 mês (entre 15 de agosto e 15 de setembro), a busca por “impeachment Bolsonaro” atingiu o pico máximo (100) no dia 8. Para se ter uma ideia, o índice de procura para este termo flutuava entre os índices 0 e 22 nos outros dias deste período.

Saiba mais aqui.

Notícias relacionadas

Este post foi modificado pela última vez em 18 set 2021 - 06:29 06:29

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Por
Ivan Longo

Última hora

  • Brasil

Agricultores acusam Brasil BioFuels de tortura no nordeste do Pará

Homens armados teriam espancado, amarrado e disparado até tiros contra produtores de dendê da região.…

20 out 2021 - 20:06
  • Política

Associado a 9 crimes pela CPI, Bolsonaro diz que está “entre amigos” no Judiciário

Ao lado de Luiz Fux, presidente do STF, chefe do Executivo ainda mudou totalmente o…

20 out 2021 - 19:57
  • Brasil

Vídeo: Jurista explica o que muda com a possível aprovação da PEC 5

Marco Aurélio de Carvalho, do Grupo Prerrogativas, defende as alterações no CNMP e nega que…

20 out 2021 - 19:42
  • Brasil

Crimes contra a humanidade: Bolsonaro figura na galeria dos monstros

Acusado formalmente pela CPI de cometer o mais atroz dos delitos, o presidente brasileiro está…

20 out 2021 - 19:25
  • Direitos

Vídeo: Advogado denuncia desapropriação ilegal e violenta em São Bernardo

“A ação foi totalmente ilegal, contrariando decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), do Conselho Nacional…

20 out 2021 - 18:39
  • Política

Advogado de Lula sobre PEC 5/21: “Modelo do CNMP não está funcionando”

Em entrevista ao Jornal da Fórum, Cristiano Zanin defendeu mudanças no conselho do Ministério Público;…

20 out 2021 - 18:06