O que o brasileiro pensa?
25 de junho de 2020, 07h06

Ex-ministro Silas Rondeau é alvo da Lava Jato em operação sobre Eletronuclear

Ao todo, são 17 mandados de busca e apreensão contra nomes ligados à fraude de contratos e pagamento de propina na subsidiária da Eletrobras

Silas Rondeau (Reprodução)

A Lava Jato iniciou nesta quinta-feira (25) uma operação contra fraudes na Eletronuclear, empresa subsidiária da Eletrobras. Um dos alvos é o ex-ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau (MDB), aliado do ex-presidente Michel Temer.

Em 2004, um ano antes de assumir o cargo de ministro, Rondeau foi nomeado presidente do conselho de administração Eletrobras por José Sarney (PMDB-AP). Em 2007, ele entregou uma carta de demissão ao ex-presidente Lula após envolvimento em esquemas de fraudes na estatal.

Ao todo, o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, expediu 17 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão temporária nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal. O ex-deputado Anibal Ferreira Gomes (DEM-CE) também é alvo da operação.

De acordo com o G1, a Operação Fiat Lux, busca atingir os responsáveis por contratos fraudulentos e pagamento de propina na Eletronuclear. A investigação tem como base a delação premiada de dois lobistas ligados ao MDB.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum