Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de agosto de 2019, 10h43

Ex-ministros do Meio Ambiente pedem ao Congresso a criação de comissão para combater desmatamento

Além disso, eles pretendem que haja uma espécie de “moratória” a projetos considerados “anti-ambientais”

Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

As queimadas que ameaçam a sobrevivência da Amazônia mobilizaram ex-ministros do Meio Ambiente. Eles iniciaram um movimento para pedir ao Congresso Nacional que promova uma espécie de “moratória” a projetos considerados “anti-ambientais” e crie uma comissão para debater iniciativas de combate ao desmatamento.

Ao blog de Gerson Camarotti, do G1, a ex-ministra Marina Silva afirmou que a proposta será entregue nos próximos dias a Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), respectivamente presidentes da Câmara e do Senado.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

“É preciso dar um forte sinal interno de que não haverá qualquer conivência. Mais importante do que a reação internacional, de fora para dentro, são as ações que precisamos tomar internamente”, afirmou.

Barbárie

“No passado, o Brasil era o vilão e nós nos tornamos parte da solução. Agora, a única forma de reverter isso é com a participação de todos, inclusive de empresários do agronegócio que são responsáveis, para dizer que o Brasil não está participando dessa barbárie”, acrescentou a ex-ministra.

Ela criticou o ministro do Meio Ambiente de Jair Bolsonaro. “A prática do ministro Ricardo Salles é de desestruturar órgãos de controle e isso deu sinal muito forte para os contraventores. O ministro não tem legitimidade porque tem feito apologia da ilegalidade”, completou.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum