Ex-secretário executivo do governo Dilma morre eletrocutado em Florianópolis

Presidente Lula soltou nota de pesar: “Diogo Santana era um advogado brilhante e uma pessoa comprometida com um Brasil melhor, mais justo, humano e solidário”

Morreu nesta sexta-feira (1º), em Florianópolis, Diogo Santana, ex-Secretário Executivo da Secretaria Geral da Presidência da República, na época comandada pelo ministro Gilberto Carvalho, durante o governo de Dilma Rousseff.

De acordo com informações preliminares, Diogo morreu após encostar em uma cerca elétrica.

Ele assumiu o cargo em 2013, logo após o então secretário Rogério Sotilli ser convidado pelo, na época, novo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, para comandar a Secretaria de Direitos Humanos e Participação Social de São Paulo.

Sant”Ana já trabalhava na Secretaria-Geral, como chefe da Assessoria Especial. Atualmente, ele era Diretor-executivo da Amobitec (Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia).

Diogo era considerado por seus colegas como um dos jovens mais promissores de sua geração. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva soltou nota de pesar pelo seu falecimento. O ex-presidente afirma que “Diogo Santana era um advogado brilhante e uma pessoa comprometida com um Brasil melhor, mais justo, humano e solidário”.

Leia a nota na íntegra abaixo: 

“Diogo Santana era um advogado brilhante e uma pessoa comprometida com um Brasil melhor, mais justo, humano e solidário. Foi presidente do Centro Acadêmico XI de Agosto, mestre em administração Pública por Harvard, Doutor em Direito pela USP, assessor da Presidência da República e secretário executivo da Secretaria-Geral do Governo Federal, ajudando na formatação de muitas leis e ações para o fortalecimento da democracia e justiça social em nosso país, nunca perdendo nos seus estudos e atuação profissional o compromisso com os mais pobres, os que mais precisam do Estado.  Era professor e parceiro do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis.

O nosso futuro perde uma pessoa com inteligência, conhecimento, ética e comprometimento com as causas sociais, com um Brasil que precisamos reencontrar nesses tempos difíceis. Meu abraço solidário e meus sentimentos aos filhos, familiares, amigos e alunos de Diogo Santana.

Luiz Inácio Lula da Silva”

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR