Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de outubro de 2019, 11h07

Exclusivo: Marinha impede voluntários de limparem Praia de Barra da Jangada, em Pernambuco

Segundo informações obtidas pela Fórum, as Forças Armadas estariam cumprindo determinação do Ibama, que está sob a alçada do Ministério do Meio Ambiente, comandado por Ricardo Salles

Foto: Adema/Governo do Sergipe/Divulgação

Por Wilfred Gadelha*

Um ônibus levando voluntários para ajudar o trabalho de remoção do óleo que chegou à praia de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, foi barrado por militares na manhã desta quarta-feira (23).

No rastro do crime ambiental nas praias do Nordeste: Ajude a Revista Fórum a mergulhar na realidade dessa grande tragédia

Segundo informações obtidas pela Fórum, as Forças Armadas estariam cumprindo determinação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que está sob a alçada do Ministério do Meio Ambiente, comandado por Ricardo Salles.

De acordo com alunos de uma universidade particular do Recife que se dirigiram à praia, apenas pessoal da Marinha e de órgãos públicos poderá trabalhar na área. O governo do Estado afirmou que não há qualquer deliberação para impedir a entrada de voluntários.

Segundo o secretário de Ciência e tecnologia de Pernambuco, Aluísio Lessa, o Ibama soltou uma nota proibindo o acesso de voluntários à praia.

“O Ibama é um órgão federal, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. O ministro esteve ontem em Pernambuco, depois de várias provocações. E é o Ibama que proibiu o acesso às praias. O governo de Pernambuco não proibiu, pelo contrário, o governo de Pernambuco ficou entusiasmado, era motivo até de aplaudir a atitude dos voluntários”, afirmou, ressaltando que foi disponibilizado equipamentos de proteção individual àqueles que ajudaram na limpeza do óleo.

As informações são da série de matérias para a reportagem especial “No rastro da tragédia nas praias do Nordeste”. A série tem o objetivo de mostrar a realidade das praias do Nordeste atingidas pelas manchas de óleo que avançam pelo litoral.

*Wilfred Gadêlha é jornalista, formado pela Universidade Federal de Pernambuco. Atuou como repórter e editor de periódicos como Diário de Pernambuco e Jornal do Commercio, cobriu assuntos como o terremoto do Haiti, a visita do papa Bento XVI ao Brasil, cúpulas Brasil- União Europeia e esteve nos Estados Unidos a convite do Departamento de Estado, além de publicar textos em IstoÉ, O Estado de S. Paulo e O Globo. É autor do livro Pesado – Origem e Consolidação do Metal em Pernambuco, que já está em sua segunda edição. Escreveu o argumento e o roteiro e conduziu as entrevistas do documentário Pesado – Que Som É Esse Que Vem de Pernambuco?

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum