O que o brasileiro pensa?
11 de dezembro de 2019, 15h25

Faculdade de Direito da USP solta nota para justificar por que vai receber Lula

A Faculdade de Direito afirmou que "não renunciará à sua vocação democrática e à sua bicentenária história de ser plural e aberta"

Lula Cristiano Zanin, Valeska Martins e Geoffrey Robertson, seu advogado na ONU (Foto: Ricardo Stuckert)

A Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo publicou uma nota para comentar a realização do debate “Lawfare” (em português, guerra jurídica), que receberá, nesta quarta-feira (11), os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff na sede da instituição. Segundo a direção do curso, o evento é organizado pelo Centro Acadêmico XI de Agosto e a instituição é um espaço aberto.

“A Faculdade de Direito do Largo de São Francisco tem uma importância central na vida intelectual e política do país. Não perfila com uma ou outra inclinação partidária, mas não renunciará à sua vocação democrática e à sua bicentenária história de ser plural e aberta”, diz trecho da nota.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

O evento se trata de um debate e do lançamento do livro “Lawfare: uma introdução”, produzido pelos advogados do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin e Valeska Martins, com o jurista Rafael Valim. A publicação traz um estudo sobre o conceito da guerra jurídica e dedica um capítulo especial para o caso Lula.

“O lawfare não se confunde com a judicialização da política e tampouco é algo que atinge somente o campo político progressista (ou de esquerda) brasileiro ou latino-americano. Ao contrário, o lawfare está acoplado às novas formas de guerras e de disputas desenvolvidas precipuamente pelos Estados Unidos e qualquer pessoa, instituição ou governo pode dele ser vítima”, diz trecho do livro divulgado pelo ConJur.

Na segunda-feira (9), Lula recebeu um exemplar dos autores e confirmou que estará no debate às 19h, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco.

Confira a nota:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum