Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de abril de 2019, 14h52

Família de presidente do Senado tem R$ 1 milhão em multas do Ibama por crimes ambientais

Parentes de Davi Alcolumbre (DEM/AP) foram multados 13 vezes em dez anos, com valor total de infrações que chega a R$ 994,5 mil

O senador Davi Alcolumbre, presidente do Senado (Agência Brasil)

Reportagem de André Borges, na edição desta quinta-feira (4) do jornal O Estado de S.Paulo, informa que nos últimos 10 anos, a família do presidente do Senador, Davi Alcolumbre (DEM/AP), acumula cerca de R$ 1 milhão em multas do Ibama por crimes ambientais no Amapá.

Segundo a reportagem, parentes do senador foram multados 13 vezes, com um valor total de infrações que chega a R$ 994,5 mil.

Dessas 13 multas, oito estão em nome de uma empresa da família, a Salomão Alcolumbre & Cia Ltda. Outras três estão em nome do primo do presidente do Senado, o empresário Salomão Alcolumbre Júnior, e outras duas em nome do tio de Davi, o empresário Pierre Alcolumbre. Pierre foi o único que quitou suas duas multas, uma de R$ 5 mil e outra de R$ 13.500.

Em janeiro deste ano, Salomão Alcolumbre Júnior foi alvo de duas multas do Ibama, resultado de infrações ambientais cometidas em terras no Amapá. As duas multas, que somam R$ R$ 555 mil, envolvem uma área de 108 hectares localizada em Macapá.

Salomão, que foi suplente do senador Gilvam Borges (MDB-AP) até 2014, foi autuado por impedir a regeneração da área, descumprindo termos de um acordo que ele já tinha firmado com o órgão de fiscalização ambiental. Essas são apenas as multas ambientais mais recentes aplicadas contra a família Alcolumbre.

Leia a reportagem na íntegra

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum