Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de junho de 2019, 21h28

Filho de Teori Zavascki posta “reflexão” sobre e-mails corporativos de Moro e Dallagnol serem investigados

"Respeitosamente, porém, faço uma provocação: tendo em vista o manifesto interesse da coletividade na Operação Lava Jato, por uma questão de coerência, não seria o caso de a íntegra das caixas de e-mails corporativos das autoridades colocadas sob suspeição (sejam do Poder Judiciário, sejam do MPF) serem remetidas independentemente de ordem judicial aos órgãos de fiscalização", publicou Francisco Prehn Zavascki em seu perfil no Facebook.

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Ao comentar pela primeira vez sobre a Vaza Jato, o filho do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, Francisco Prehn Zavascki, sugeriu, nesta quinta-feira (13), que e-mails dos procuradores do Ministério Público Federal (MPF) e do ex-juiz Sérgio Moro, envolvidos nos vazamentos, sejam abertos às autoridades de fiscalização.

“Respeitosamente, porém, faço uma provocação: tendo em vista o manifesto interesse da coletividade na Operação Lava Jato, por uma questão de coerência, não seria o caso de a íntegra das caixas de e-mails corporativos das autoridades colocadas sob suspeição (sejam do Poder Judiciário, sejam do MPF) serem remetidas independentemente de ordem judicial aos órgãos de fiscalização competentes para que, vasculhando-as, possam achar eventuais irregularidades? Deixo a pergunta no ar apenas para reflexão”, publicou em seu perfil no Facebook.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

A “reflexão” aconteceu um dia depois do vazamento de conversa entre Moro e Dallagnol em que Teori Zavascki era citado. Em maio de 2017, Francisco postou em sua rede social que “mandaram matar” o pai.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum