Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de dezembro de 2019, 21h32

Flagrado em áudio vazado, presidente do PSL do RS diz que Bolsonaro “vai tomar um impeachment”

Nereu Crispim afirmou, em gravação divulgada pelo Zero Hora, que se ocorreu alguma irregularidade nas contas da legenda, Bolsonaro deveria ter o mandato cassado

Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O presidente do PSL do Rio Grande do Sul, o deputado federal Nereu Crispim, declarou, em conversa com uma interlocutora a quem chama de Rose, que Jair Bolsonaro “vai tomar um impeachment”. A conversa foi gravada e o áudio obtido pela colunista Rosane de Oliveira, do jornal Zero Hora.

Conforme o áudio, Crispim disse que se ocorreu alguma irregularidade nas contas da legenda, Bolsonaro deveria ter o mandato cassado.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

“Eu conheço o Bivar. E se houve alguma coisa lá errada, tem que cassar é o mandato do Bolsonaro, porque o partido tava com ele, não era com o Bivar, antes”, afirmou o deputado.

Em outro trecho, ele declarou: “Eu vou só dizer uma coisa pra ti: o Bolsonaro vai tomar um impeachment. Escuta o que eu tô te dizendo”.

A interlocutora falou com Crispim a respeito de buscas envolvendo Luciano Bivar, presidente nacional da legenda. O deputado classificou como “retaliação” de Bolsonaro.

Apuração

Crispim, durante entrevista, nesta segunda (2), destacou que pediu apuração da polícia sobre o vazamento. No entanto, não negou nem confirmou o conteúdo da gravação. “Isso (veracidade) a Justiça vai decidir”.

“Eu apoio o presidente Bolsonaro, quem me elegeu foi ele. Isso (vazamento) a polícia e a Justiça vão resolver. Se fosse verdade, é uma interceptação telefônica ilegal. Se não, estão botando essa imagem com o interesse de me difamar e desmoralizar”, acrescentou.

Escute o áudio obtido pela colunista Rosane de Oliveira, do jornal Zero Hora: 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum