domingo, 20 set 2020
Publicidade

Flávio Dino admite candidatura em 2022 e diz que Bolsonaro promoveu seu nome

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), admitiu nesta semana, em entrevista à revista Veja, que “fica feliz” ao ser lembrado como provável candidato a presidente da República, em 2022.

“Qualquer jogador fica feliz quando é convocado para a seleção brasileira”, disse, quando perguntado se havia o desejo de ser candidato. “Mas hoje meu time é o Maranhão”, completou.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Apesar de admitir a candidatura, Dino foi cauteloso:

“Estou no comecinho do segundo mandato e tenho um desafio gigante, que é governar em meio à recessão econômica. Não coloco na minha frente cenários eleitorais tão distantes”, declarou.

A respeito da polêmica com o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), afirmando que não daria nada a governadores do Nordeste, Dino foi sarcástico: “Ele resolveu promover o meu nome. Me fez um grande favor”, disse.

Já sobre a possibilidade de Bolsonaro não “dar nada” ao estado, o governador disse não ter medo:

“Não tenho medo, só quero que ele cumpra suas funções em relação àquilo que é direito do estado e que está garantido na Constituição. Quero que recupere estradas federais e financie programas como o Minha Casa, Minha Vida. Todos os estados estão sendo prejudicados pela inexistência de uma política econômica e social que dê conta dos desafios brasileiros.”

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.