Fórumcast #19
25 de setembro de 2018, 09h50

Flávio Dino deve vencer Roseana Sarney no primeiro turno com 59,5%, diz Instituto Data M

Dino deve impor derrota histórica ao clã dos Sarney no estado. Para o Senado, pesquisa indica vitória de seus dois candidatos sobre Sarney Filho e Edison Lobão

Governador Flávio Dino. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Pesquisa do Instituto Data M, contratada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Maranhão (Sinduscon), confirma reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB), no primeiro turno, com 59,5% das intenções de votos.

Bem atrás de Dino, aparece Roseana Sarney (MDB), com 33,8%, Maura Jorge (PSL), com 4,1%, Roberto Rocha (PSDB) com 1,9%, Ramon Zapata (PSTU), com 0,6% e Odívio Neto (PSOL), com 0,1%.

Gráfico Data M. Foto: Reprodução Data M

Os dois candidatos ao Senado apoiados por Flávio Dino também aparecem na frente. Weverton Rocha (PDT) tem 48,1% das intenções de votos e Eliziane Gama (PPS), tem 46,7%.

Gráfico Data M para o Senado. Foto: Reprodução Data M

O resultado das pesquisas aponta para uma vitória fulminante de Flávio Dino contra o clã dos Sarney. Além de Roseana, filha de José Sarney, o atual governador do Maranhão vai derrotar também, na disputa para o Senado, Sarney Filho (PV), outro filho do ex-presidente, e Edison Lobão (MDB), seu aliado histórico.

A pesquisa do instituto Data M, contratada pelo Sinduscon-MA, foi realizada entre 19 e 21 de setembro, ouvindo 1500 pessoas e está registrada no TRE com o número MA-07468/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja também:  Bolsonaro teria articulado expulsão de Frota por críticas a Eduardo na embaixada

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum