Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de junho de 2019, 16h26

Flávio Dino homenageia Teori: “acreditava no Direito, na imparcialidade e na prudência”

Teori Zavascki sempre se posicionou contra as posturas do ex-juiz Sérgio Moro, que vieram à tona com as informações divulgadas pelo The Intercept Brasil

Foto: Twitter

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) prestou homenagem, no início da tarde desta quinta-feira (13), ao ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki.

“Fui colega na Justiça Federal do saudoso ministro Teori Zavascki. Um magistrado sério, que acreditava no Direito, na imparcialidade e na prudência. Meses antes de falecer, me visitou no Palácio dos Leões. Em dias tão tenebrosos, a minha homenagem à sua memória.”

Flávio Dino foi juiz federal antes de entrar para a política. Ele foi aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso que prestou o juiz Sérgio Moro.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Teori, morto em janeiro de 2017, em decorrência de um acidente de avião em Paraty (RJ), sempre se posicionou contra as posturas do ex-juiz Sérgio Moro, que vieram à tona com as informações divulgadas pelo The Intercept Brasil.

Em março de 2016, Zavascki fez duras crítica em relação à decisão de Moro, então juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, de divulgar o conteúdo das interceptações telefônicas que envolviam o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff.

Para o ex-ministro do STF, “a divulgação pública das conversações telefônicas interceptadas, nas circunstâncias em que ocorreu, comprometeu o direito fundamental à garantia de sigilo, que tem assento constitucional”.

Morte suspeita

Francisco Zavascki, filho do ex-ministro do STF, não se convenceu de que a morte de seu pai foi um acidente. Em maio de 2017, ele fez uma postagem no Facebook, que dizia:

“Derrubaram a Dilma e assumiu o Temer. Do que eles são capazes? Será que só pagar o silêncio alheio ou derrubar avião também está valendo?”, indagou. O texto foi apagado em seguida, mas acabou sendo compartilhado por internautas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum