Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de janeiro de 2020, 07h19

Flávio Dino: “prefiro Luciano Huck conversando comigo do que com o Bolsonaro”

Dino disse ainda acreditar que “o pior momento foi 2018. Minha expectativa neste ano é de recuperação”

Foto: Reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou em entrevista ao jornal O Globo, publicada neste domingo (12), que prefere o apresentador “Luciano Huck conversando comigo do que conversando com o Bolsonaro”.

Dino chegou a ser criticado por setores da esquerda por ter se encontrado com o apresentador na última semana. O governador, no entanto, defende uma frente ampla para superar a polarização nas eleições municipais deste ano.

Sobre o apresentador, Dino disse ainda: “É claro que ele se situa em outro campo político. Não é um quadro, uma liderança, que busca se construir na esquerda. Mas o fato de ele não integrar a esquerda não significa que não devemos dialogar”.

Sobre a declaração do deputado Paulo Teixeira, de que nas próximas eleições ele estará com Lula ou Haddad, Dino afirma ter achado “um gesto simpático, de respeito, amizade, até por causa da história de aliança que temos com o PT desde 1989, desde a primeira candidatura de Lula. É normal que o nosso candidato preferencial seja o PT, assim como outros partidos de esquerda como o PSB, o PDT. Defendo uma frente orgânica, uma reorganização da esquerda, e é claro que só é possível imaginar isso com o PT, jamais contra o PT, mas sem que haja uma imposição de liderança A ou B ou de partido A ou B”.

Dino disse ainda acreditar que “o pior momento foi 2018. Minha expectativa neste ano é de recuperação. Nossos resultados eleitorais serão melhores do que o que tivemos na eleição municipal anterior. O desgaste do próprio governo Bolsonaro contribui para isso. Estamos chegando ao quinto ano que estamos fora do governo, desde o impeachment, e vemos que persistem problemas gravíssimos econômicos e sociais, a exemplo do desemprego”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum