Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de abril de 2019, 18h42

Frota conspira contra Araújo: “Espero que a ala militar tire esse lixo prepotente formado por Olavo”

"#Foraernesto. Acha que não sei o que você pretende com Apex e Creden escritório em Israel? Acorda Bolsonaro", tuitou o ex-ator e deputado do PSL

Ernesto Araújo com Bolsonaro e Olavo nos EUA, e Alexandre Frota (Montagem)

Trabalhando nos bastidores para derrubar o deputado Major Vitor Hugo (PSL/GO) da liderança do PSL na Câmara, o ex-ator Alexandre Frota (PSL/SP) abriu guerra neste sábado (6) contra o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

“Espero mesmo que a ala militar tire esse lixo prepotente, ideológico, formado na Virgínia por Olavo. #foraernesto acha que não sei o que vc pretende com Apex e Creden escritorio em Israel? Acorda Bolsonaro”, conspirou Frota, marcando os perfis do chanceler, do Exército, do governo e do General Villas Boas.

Na publicação, o deputado compartilhou a imagem de uma nota da coluna Radar, de Maurício Lima, na Veja, que diz que “militares preparam intervenção no Itamaraty”.

Na nota, o jornalista diz que o fato de Jair Bolsonaro (PSL) não transferir a embaixada de Israel para Jerusalém – preferindo abrir um escritório comercial do governo na cidade – é um indicativo da movimentação dos militares no Itamaraty.

“A ala militar do governo está preparando uma intervenção também no Itamaraty. O não anúncio da embaixada em Jerusalém durante a viagem a Israel foi fruto da movimentação desta ala. Fica esperto, Ernesto Araújo”, diz o jornalista.

Frota já tuitou que se tornou “persona non grata” por Bolsonaro e tem causado uma série de revoltas internas na base governista e no próprio governo pela divergência que tem com os discípulos de Olavo de Carvalho, guru ideológico do clã Bolsonaro e uma das principais influências dos filhos do presidente.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum