Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de julho de 2019, 08h34

Frota provoca Bolsonaro por aposentadorias e nepotismo

“Para quem já se aposentou na integralidade com 33 mil mensais está tranquilo + 7 mil da militar. Estranho é falar em voto”, escreveu Frota

Foto: Reprodução

O deputado federal, Alexandre Frota (PSL-SP), continua a provocar o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Em sua conta do Twitter, na manhã desta sexta-feira (19), ele voltou a falar da indicação do deputado federal e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do Brasil nos EUA.

Frota comentou a frase de Bolsonaro de que pretende, sim, beneficiar o filho. “Para quem já se aposentou na integralidade com 33 mil mensais está tranquilo + 7 mil da militar. Estranho é falar em voto”, escreveu.

“’Pretendo beneficiar filho meu, sim’, diz Bolsonaro sobre embaixada nos EUA. Se não quiser votar em mim paciência. Para quem já se aposentou na integralidade com 33 mil mensais está tranquilo + 7 mil da militar. Estranho é falar em voto.”

Veja também:  Padre que ministra curso sobre maconha medicinal critica Osmar Terra: "Não tem base científica"

Filé Mignon

Em transmissão ao vivo pelo Facebook na noite desta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a indicação de seu próprio filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

“É filho meu, pretendo beneficiar, sim”, disparou.

Não satisfeito, Bolsonaro ainda foi além. “Se eu puder dar o filé mignon para o meu filho, eu dou”, declarou, ponderando, de forma incoerente, que não está sendo nepótico. “Mas não tem nada a ver com filé mignon essa história aí. É, realmente, nós aprofundarmos um relacionamento com um país que é a maior potência econômica e militar do mundo”, completou.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum