Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de junho de 2019, 20h11

“Fux não pode julgar nada mais que tenha a ver com Lula”, diz cientista político após novo vazamento

Alberto Carlos Almeida reproduziu no Twitter parte do diálogo entre Moro e Dallagnol, que compromete ministro do STF

Foto: Carlos Humberto/SCO/STF

O novo vazamento de conversas comprometedoras entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, já repercutiu. O cientista político Alberto Carlos Almeida usou seu Twitter para protestar.

“Fux envolvido, não pode julgar nada mais que tenha a ver com Lula: Dallagnol ao grupo de procuradores: caros, conversei com Fux mais uma vez hoje. Reservado, claro. Ele disse que Teori fez queda de braço com Moro e se queimou. Fux disse para contarmos com ele para o que precisarmos mais uma vez”, postou.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Leandro Demori, editor-executivo do The Intercept Brasil, em entrevista a Reinaldo Azevedo, no programa “O É da Coisa”, transmitido pela BandNews FM, revelou detalhes de uma nova conversa envolvendo Moro e Dallagnol. O diálogo foi lido por Azevedo, ao final do programa. Desta vez, envolvendo Luiz Fux.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum