Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
25 de outubro de 2019, 14h40

Garoto-propaganda do Itaú, Luciano Huck defende doações privadas em campanha eleitoral e parlamentarismo

O apresentador disse que doações privadas correspondem a um modelo mais "eficiente e democrático" do que fundo público

Reprodução

Durante evento nesta sexta-feira (25) em São Paulo, o possível candidato à presidência em 2022, Luciano Huck, defendeu mudanças no financiamento de campanhas, disse apoiar o voto distrital e se mostrou simpático ao parlamentarismo. O apresentador, que é garoto-propaganda do XP Investimentos, corretora do banco Itaú, defendeu as doações privadas como medida mais “eficiente e democrática” do que o modelo atual.

“Acho que a gente tem que rever doações. Com critérios, mas não pode ser única e exclusivamente um fundo público que vá sustentar os partidos e as eleições”, afirmou. “Você limitar o financiamento político-partidário e eleitoral só a um fundo público, no montante que ele está hoje, gerido e administrado por quem está dentro dele, eu não acho que seja o sistema mais eficiente e democrático”, continuou.

Para ele, o que existia “no passado, de você poder doar para todo mundo, a qualquer tempo, independentemente da sua ideologia e da sua crença, não funcionou. Tem que trazer isso para o debate de novo”.

Huck também aproveitou a ocasião para criticar seu possível concorrente na disputa eleitoral. Sem citar o nome de Jair Bolsonaro, o apresentador afirmou que os eleitores em 2018 “depositaram muita esperança” em um salvador da pátria, “no que a gente está vivendo neste momento”, e falou que promessas exageradas foram feitas “no último ciclo eleitoral”.

Com informações da Folha de S.Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum