Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de outubro de 2019, 09h49

General Paulo Chagas, que já foi alvo de busca, critica STF e seus “diminutos ministros”

O general foi alvo de mandado de busca autorizada por Alexandre de Moraes no inquérito que investiga supostas fake news contra ministros do STF

Reprodução/Twitter

O general Paulo Chagas, candidato derrotado ao governo do DF pelo PRP, resolveu engrossar o coro de outros colegas e fazer críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (25), através de sua conta do Twitter.

O general afirmou sentir “pena da Suprema Corte, uma instituição tão importante para a democracia que, hoje, de suprema só tem o nome e o tamanho da vergonha e da revolta que seus diminutos ministros provocam nos cidadãos de bem deste país”, escreveu.

“Sinto pena da Suprema Corte, uma instituição tão importante para a democracia que, hoje, de suprema só tem o nome e o tamanho da vergonha e da revolta que seus diminutos ministros provocam nos cidadãos de bem deste país. Isto não é fake, é sentimento!”

Investigado por Fake News

A Polícia Federal apreendeu, em abril deste ano, um computador cor preta do general da reserva Paulo Chagas, alvo de mandado de busca no inquérito que investiga supostas fake news contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A ordem judicial é do relator Alexandre de Moraes.

“Um notebook marca CCE, cor preta, modelo Ultrathin U25, s/nº 3226, pertencente ao general Paulo Chagas, sem a fonte de carregamento”, descreveu a PF no documento que registra a busca e apreensão.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum