#Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de outubro de 2019, 19h21

Gestão Crivella quer processar quem criticar demora em obras da prefeitura do Rio

"Marcelo Crivella abandonou o Rio, piorou a vida dos moradores da nossa cidade e ainda quer proibir que a gente denuncie e reclame da tragédia que é a sua gestão", criticou Marcelo Freixo, pré-candidato à Prefeitura do Rio em 2020

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O secretário de Infraestrutura da Prefeitura do Rio de Janeiro, Sebastião Bruno, pretende processar vereadores e jornalistas que criticarem o atraso nas obras tocadas pela gestão de Marcelo Crivella. Parlamentares se revoltaram nesta segunda-feira (21) com a possibilidade de perseguição judicial a quem cobrar as promessas do prefeito.

Segundo informações da jornalista Mariana Muniz, da coluna “Radar” da Revista Veja, Bruno estaria na mira de um vereador específico, que não foi revelado. A ameaça gerou reação entre vereadores e deputados do Rio de Janeiro.

“Não poderemos mais falar dos atrasos da prefeitura? Não poderemos mais falar dos danos causados pela gestão Crivella? Não poderemos mais falar do abandono da cidade? Não poderemos mais falar das filas nos hospitais municipais? Censura alguma irá nos calar!”, tuitou o vereador Paulo Pinheiro (PSOL-RJ).

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), pré-candidato à Prefeitura do Rio em 2020, também criticou o prefeito. “Incompetente e autoritário. Marcelo Crivella abandonou o Rio, piorou a vida dos moradores da nossa cidade e ainda quer proibir que a gente denuncie e reclame da tragédia que é a sua gestão. Você não vai sufocar os cariocas, Crivella. O Rio é muito maior do que você”, disse Freixo.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum