Fórumcast #19
31 de outubro de 2017, 12h03

Gilmar Mendes cancela transferência de Sérgio Cabral

Segundo Gilmar Mendes, não há justificativa para a transferência e a informação sobre as bijuterias foi levada à imprensa pela própria família do juiz, não demonstrando a ameaça

Segundo Gilmar Mendes, não há justificativa para a transferência e a informação sobre as bijuterias foi levada à imprensa pela própria família do juiz, não demonstrando a ameaça

Da Redação*

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, não será mais transferido para um presídio federal em Campo Grande. O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu um habeas corpus e a transferência foi cancelada.

A transferência foi autorizada pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, depois de Cabral ter mencionado em audiência do processo que a família do juiz teria entrosamento com bijuterias. Bretas repreendeu Cabral, dizendo se sentir ameaçado.

Segundo Gilmar Mendes, não há justificativa para a transferência e a informação sobre as bijuterias foi levada à imprensa pela própria família do juiz, não demonstrando a ameaça.

Outro pedido semelhante foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça na semana passada. Os advogados pedem que Cabral seja mantido na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do rio, até a decisão final sobre o habeas corpus pelo supremo.

Veja também:  Vaza Jato: Dallagnol municiou grupos de direita e Antagonista para pressionar STF

Segundo a defesa, o próprio juiz afirmou a um jornal que sua família atuava no ramo de bijuterias, portanto, não se tratava de “informação privilegiada”.

Ainda conforme os defensores, há dez presos perigosos do Rio de Janeiro abrigados no presídio de segurança máxima de Mato Grosso do Sul, dentre os quais estão transferidos por Cabral quando era governador.

*Com informações do G1

Fernando Frazão/Agência Brasil


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum