Gilmar Mendes diz que Constituição não permite que Bolsonaro “adote políticas genocidas”

O ministro do STF ainda prometeu derrubar medidas anti-isolamento caso Bolsonaro tente aplicá-las

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, criticou mais uma vez a condução do presidente Jair Bolsonaro diante da crise no novo coronavírus. Mendes afirmou que o ex-capitão pode demitir ministros – em referência a Henrique Mandetta -, mas que não pode adotar políticas “genocidas”.

“Eu não previa que isso fosse acontecer e certamente isso não é desejável. O presidente da República dispõe do poder de exonerar seus ministros. Agora, a Constituição não permite que o presidente adote politicas genocidas, que afetem de maneira crucial a vida da população. É desejável que haja uma articulação, que haja um afinamento dessa orquestra”, afirmou em entrevista ao Uol.

“Não é o ideal que haja orientações diversas no governo, o governo precisa se coordenar em torno da orientação do Ministério da Saúde, para não gerar esse tipo de perplexidade”, completou.

Mendes ainda afirmou que se Bolsonaro apresentar um decreto impondo o fim do isolamento, o texto será derrubado no STF. Em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, o ex-capitão disse que estaria com um decreto pronto para reabrir o comércio.

Com informações do O Globo

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR