Entrevista exclusiva com Lula
18 de novembro de 2019, 07h49

Gilmar Mendes espera que HC de Lula sobre imparcialidade de Moro seja votado ainda este ano

"Ele é um juiz que até ontem foi juiz, determinou a prisão do principal candidato a presidente da República e depois aceita o cargo de seu adversário", diz Gilmar sobre Moro

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, disse em entrevista ao jornal argentino Clarín que espera que o habeas corpus sobre a imparcialidade do ex-juiz Sérgio Moro, apresentado pela defesa do ex-presidente Lula, seja julgado ainda este ano pelo STF.

Ao ser questionado sobre a gravidade dessa questão para o ministro da Justiça, Gilmar Mendes afirma que o próprio Moro se colocou nessa posição. “Quem foi colocado em questão foi o próprio Ministro da Justiça, quando decidiu deixar o cargo de juiz e assumir uma função governamental que servia a um governo que derrotou as forças da oposição e é beneficiário, de alguma forma, de suas decisões”, respondeu.

“Ele é um juiz que até ontem foi juiz, determinou a prisão do principal candidato a presidente da República e depois aceita o cargo de seu adversário”, continuou.

O ministro também foi questionado sobre seu voto contra a prisão em segunda instância, o que ajudou a colocar o ex-presidente Lula em liberdade. O repórter então pergunta se tal decisão não enfraquece o combate a corrupção. “Não vejo necessidade de usar mecanismos extravagantes para combater a corrupção. Temos que estar dentro dos parâmetros do estado de direito”, afirma o ministro.

“O uso de prisão preventiva para obter uma queixa para mim é um absurdo. Eu vejo isso com muita preocupação. Por que não então torturar? Isso deve ser devidamente esclarecido. O Brasil tomou grandes ações contra a corrupção e isso não é graças ao juiz Moro”, assegura Gilmar Mendes.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum