Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de setembro de 2019, 11h58

Gilmar Mendes lamenta pelo Twitter cogitações homicidas de Janot por “divergências na interpretação da Constituição”

Mendes disse ainda que “é difícil não imaginar os abusos cometidos ao acusar e processar investigados. Seguirei firme na defesa das liberdades individuais e do Estado de Direito”

Foto: Montagem Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr e Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, soltou um tuíte na manhã desta sexta-feira (27), onde lamenta “que o ex-chefe da PGR tenha sido capaz de cogitações homicidas por divergências na interpretação da Constituição”;

Mendes disse ainda que “é difícil não imaginar os abusos cometidos ao acusar e processar investigados. Seguirei firme na defesa das liberdades individuais e do Estado de Direito”.

“Lamento que o ex-chefe da PGR tenha sido capaz de cogitações homicidas por divergências na interpretação da Constituição. É difícil não imaginar os abusos cometidos ao acusar e processar investigados. Seguirei firme na defesa das liberdades individuais e do Estado de Direito.”

Mais cedo, Gilmar Mendes divulgou nota sobre a entrevista em que o ex-PGR Rodrigo Janot afirma ter ido armado ao STF para matá-lo. “Recomendo que procure ajuda psiquiátrica”, disse o ministro.

“Confesso que estou algo surpreso. Sempre acreditei que, na relação profissional com tão notória figura, estava exposto, no máximo, a petições mal redigidas, em que a pobreza da língua concorria com a indigência da fundamentação técnica”, escreveu.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum