O que o brasileiro pensa?
20 de dezembro de 2019, 16h27

Glenn e Manuela D’Ávila não são indiciados por Vaza Jato

A Polícia Federal reconheceu ainda que Manuela, na verdade, foi vítima do grupo dos hackers de Araraquara

Manuela D´Ávila - Foto: Reprodução

A Polícia Federal concluiu o relatório da investigação da invasão de contas no Telegram do ministro da Justiça, Sérgio Moro, do procurador Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato e demais autoridades. O jornalista Glenn Greenwald e a ex-deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) não aparecem entre os indiciados.

Seis pessoas foram indiciadas no inquérito por crimes organização criminosa, invasão de dispositivo informático alheio e interceptação de comunicação telemática ilegal. Os suspeitos são Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”, Thiago Eliezer Martins Santos, Luiz Molição, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Oliveira e Danilo Marques.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Atacados pelo governo Bolsonaro, o editor do The Intercept Brasil, Glenn Greenwald, responsável pela divulgação dos arquivos da Vaza Jato, e a ex-deputada federal Manuela D’Ávila, que passou o contato de Glenn para “Vermelho”, não foram indiciados. Segundo a PF, Manuela, inclusive, é vítima.

“Na verdade Manuela D’Ávila foi também uma das vítimas dos ataques realizados pelos investigados, tendo sua conta no aplicativo Telegram invadida no dia 12/05/2019″, diz o delegado Luís Flávio Zampronha. “Verifica-se que o interlocutor de Manuela invadiu e utilizou a conta do Telegram do senador Cid Gomes para fazer o contato inicial”, completa.

Com informações da Folha de S. Paulo e do Blog do Esmael

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum