Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
28 de novembro de 2019, 17h03

Governador da Bahia institui o Dia de Combate à Tortura, em homenagem a Marighella

A data, 4 de novembro, marca o assassinato do guerrilheiro, vítima de uma emboscada armada pelos militares, em 1969

Carlos Marighella - Foto: Reprodução

Rui Costa (PT), governador da Bahia, sancionou projeto que institui o Dia Estadual de Combate à Tortura, em 4 de novembro, data do assassinato de Carlos Marighella pela ditadura militar, em 1969. A proposta é do deputado estadual Robinson Almeida (PT) e foi aprovada pela Assembleia Legislativa do estado.

“Como nos ensina o Hino ao 2 de Julho (Hino da Bahia), com tiranos não combinam brasileiros corações. A Bahia, mais uma vez, dá exemplo para o Brasil e refuta qualquer apologia à tortura”, afirmou Almeida, em tom crítico ao governo de Jair Bolsonaro.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Deputado, poeta e guerrilheiro, Carlos Marighella foi torturado e assassinado em uma emboscada armada pelos militares, em São Paulo, no dia 4 de novembro de 1969. Ele chegou a ser considerado o inimigo “número um” do regime ditatorial. Integrou o PCB e foi cofundador da Ação Libertadora Nacional (ALN), organização revolucionária.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum