Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de abril de 2019, 12h53

Governo Bolsonaro diz que Lava Jato não tem legitimidade para firmar acordo sobre R$ 2,5 bi

AGU pede que STF anule em definitivo iniciativa de procuradores do Paraná, que prevê fundação para gerir recursos oriundos de sanções a Petrobras

(Reprodução)

Reportagem publicada no Jota, nesta terça-feira (02), informa que a Advocacia-Geral da União (AGU) pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) anule acordo firmado entre a Petrobras e a força-tarefa da Lava-Jato e que todos os valores das sanções impostas pelos Estados Unidos devam ser integralmente revertidos à União, apontada como representante da sociedade e vítima de ilícitos praticados na estatal.

Na prática, isso representa a contrariedade do governo Jair Bolsonaro (PSL) ao acordo firmado pelos procuradores do Paraná, para a criação de fundação que teria a incumbência de gerir R$ 2,5 bilhões.

A Lava Jato alega que aplicaria esses recursos, oriundos das sanções à Petrobras, em “programas sociais e educacionais visando à promoção da transparência, cidadania e conformidade no setor público”.

A manifestação é assinada pelo ministro André Mendonça, que, representando o governo Jair Bolsonaro, defende que a Controladoria-Geral da União deve ter reconhecida a competência de mediar esse tipo de negociação.

“O ato sob invectiva fere a Constituição da República, pois desrespeita o princípio do juiz natural; a legalidade ínsita à atividade dos órgãos públicos; as regras constitucionais referentes às receitas e despesas públicas e o plexo de atribuições conferidas ao Ministério Público”, diz a AGU, apontando a ilegitimidade dos procuradores do Paraná para fechar o acordo – suspenso por liminar do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Acatando pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o magistrado entendeu que a força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal e a 13ª Vara Federal de Curitiba extrapolaram suas atribuições.

 

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum