Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
29 de dezembro de 2019, 12h29

Governo Bolsonaro: Educação de Jovens e Adultos tem menor investimento da década

Enquanto isso, mais da metade da população brasileira com mais de 25 anos não tem ensino médio completo

Bolsonaro e Abraham Weintraub (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

A Educação de Jovens e Adultos (EJA), principal programa para aumentar a escolarização entre as pessoas que abandonaram os estudos, foi deixada de lado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. Em 2019, o Ministério da Educação (MEC), comandado por Abraham Weintraub, investiu apenas R$ 16,6 milhões na área, o que corresponde a 22% dos R$ 74 milhões previstos.

Levantamento do Sistema Integrado de Operações (Siop) mostra que este foi o menor gasto com o programa da década. Em 2012, por exemplo, durante o governo da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT), o investimento no EJA foi de R$ 1,6 bilhões, valor 115 vezes maior do que de 2019.

A previsão para 2020 não é das mais animadoras. O Projeto de Lei do Orçamento Anual do governo federal estipulou cerca R$ 25 milhões para a educação de jovens e adultos. Enquanto isso, mais da metade dos brasileiros com mais de 25 anos não tem ensino médio completo, número que corresponde a 52,6% da população.

Além da falta de investimento, o EJA no governo de Jair Bolsonaro também passou por uma desarticulação. Quando o MEC ainda estava sob comando de Vélez Rodriguez, a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), que era responsável por fomentar políticas para o setor em estados e municípios, foi extinta.

Com informações do O Globo.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum