Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de abril de 2019, 08h16

Governo Bolsonaro faz vigilância de redes e Fórum é citada como site de “viés de esquerda”

Após virar alvo de processo de Jair Bolsonaro (PSL) e do filho, Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), a Fórum agora está na mira da arapongagem virtual bolsonarista

Foto: Reprodução

Após virar alvo de processo de Jair Bolsonaro (PSL) e do filho, Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), a Fórum agora está na mira da arapongagem bolsonarista. Reportagem de Naira Trindade, na edição desta segunda-feira (1º) no Estado de S. Paulo, descreve o trabalho de vigilância do governo Jair Bolsonaro sobre as redes sociais e sites de notícias. Em um dos relatórios sigilosos de monitoramento, a Fórum é citada como um dos veículos com “viés de esquerda” – um dos rótulos empregados pela equipe do presidente -, que considera outros sites como “apoiadores”.

Leia também: Jair Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro processam Revista Fórum

A Fórum atua com o intuito de apurar e repercutir, diariamente, matérias, reportagens e entrevistas que buscam uma visão de mundo diferente da presente nos grandes meios de comunicação tradicionais.

O Catraca Livre é outro veículo considerado adversário pelo governo Bolsonaro.

O documento recorre a termos disseminados pela militância bolsonarista, como”velha política”, para rotular parlamentares de oposição e buscam identificar quais críticas ao presidente e seus ministros podem viralizar na internet.

Um dos relatórios cita até o ativista Guilherme Boulos (PSOL), que concorreu ao Planalto em 2018. De acordo com a reportagem, as equipes de vigilância apontam reações negativas a uma de suas postagens, em que acusou Bolsonaro de utilizar “robôs” para impulsionar hashtag de apoio à Reforma da Previdência.

O comportamentos das redes sobre o tema é, aliás, um dos principais pontos abordados pelos relatórios obtidos por O Estado.

A Fórum é citada justamente no apontamento de que os veículos com “viés de esquerda” foram os que mais repercutiram postagem do deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), em que declara morta a chamada “Nova Previdência” em razão da falta de diálogo entre o governo Bolsonaro e o Congresso.

O embate público entre o chefe do Executivo e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-SP) também foi alvo de atenção da vigilância bolsonarista.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum