Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de abril de 2019, 08h16

Governo Bolsonaro faz vigilância de redes e Fórum é citada como site de “viés de esquerda”

Após virar alvo de processo de Jair Bolsonaro (PSL) e do filho, Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), a Fórum agora está na mira da arapongagem virtual bolsonarista

Foto: Reprodução

Após virar alvo de processo de Jair Bolsonaro (PSL) e do filho, Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), a Fórum agora está na mira da arapongagem bolsonarista. Reportagem de Naira Trindade, na edição desta segunda-feira (1º) no Estado de S. Paulo, descreve o trabalho de vigilância do governo Jair Bolsonaro sobre as redes sociais e sites de notícias. Em um dos relatórios sigilosos de monitoramento, a Fórum é citada como um dos veículos com “viés de esquerda” – um dos rótulos empregados pela equipe do presidente -, que considera outros sites como “apoiadores”.

Leia também: Jair Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro processam Revista Fórum

A Fórum atua com o intuito de apurar e repercutir, diariamente, matérias, reportagens e entrevistas que buscam uma visão de mundo diferente da presente nos grandes meios de comunicação tradicionais.

O Catraca Livre é outro veículo considerado adversário pelo governo Bolsonaro.

O documento recorre a termos disseminados pela militância bolsonarista, como”velha política”, para rotular parlamentares de oposição e buscam identificar quais críticas ao presidente e seus ministros podem viralizar na internet.

Um dos relatórios cita até o ativista Guilherme Boulos (PSOL), que concorreu ao Planalto em 2018. De acordo com a reportagem, as equipes de vigilância apontam reações negativas a uma de suas postagens, em que acusou Bolsonaro de utilizar “robôs” para impulsionar hashtag de apoio à Reforma da Previdência.

O comportamentos das redes sobre o tema é, aliás, um dos principais pontos abordados pelos relatórios obtidos por O Estado.

A Fórum é citada justamente no apontamento de que os veículos com “viés de esquerda” foram os que mais repercutiram postagem do deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), em que declara morta a chamada “Nova Previdência” em razão da falta de diálogo entre o governo Bolsonaro e o Congresso.

O embate público entre o chefe do Executivo e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-SP) também foi alvo de atenção da vigilância bolsonarista.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum