segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Governo Bolsonaro ignora demandas do Rio de Janeiro por briga com Witzel, dizem assessores

Auxiliares do governador Wilson Witzel (PSC) têm relatado, reservadamente, que ministros do governo federal têm ignorado demandas do governo do Rio de Janeiro. O fato passou a acontecer após Bolsonaro acusar Witzel de ter inventado o depoimento do porteiro no caso das investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes.

Witzel nega as acusações.

O governador, por sua vez, pediu nesta segunda-feira (25), por ofício, uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro para tratar de problemas do Rio de Janeiro, nas áreas de segurança pública, educação e saúde.

Entre os temas citados pelo ofício, segundo apurou o Blog da Andréia Sadi, estão educação, saúde e segurança pública. No documento, o governador diz que houve uma “escalada na violência pública” nos últimos anos, com domínio territorial de narcotraficantes e que o governo do estado vem combatendo de “forma eficiente”.

“No entanto, há necessidade de discussão com governo federal de ações para diminuir o ingresso de drogas e armas no Estado do Rio de Janeiro”, afirmou o governador.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.