Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de março de 2019, 14h59

Governo de SP muda merenda, reinclui processados e escola chega a servir arroz com farofa

Menus feitos pela chef Janaina Rueda foram substituídos sem aviso no final do ano passado - mudança mantida até o momento - por refeições que têm gerado críticas por falta de nutrientes ou pela repetição de alimentos

Merenda escolar (Foto: Arquivo)

Reportagem de Angela Pinho, na edição desta segunda-feira (11) da Folha de S.Paulo, informa que o governo de São Paulo, comandado por João Dória, modificou a merenda servida aos alunos da rede estadual deSão Paulo e, contrariando a preferência que vinha sendo dada a alimentos in natura, voltou a comprar produtos processados que antes não estavam no cardápio.

Menus feitos pela chef Janaina Rueda foram substituídos sem aviso no final do ano passado – mudança mantida até o momento – por refeições que têm gerado críticas por falta de nutrientes ou pela repetição de alimentos.

Segundo a reportagem, no último dia 18, por exemplo, a mãe de um aluno da escola Caetano de Campos, na Aclimação, reclamou: seu filho havia recebido de merenda arroz com farofa.

Lamentável
O deputado estadual e secretário de Finanças e Planejamento do PT, Emidio de Souza, classificou como lamentável a denúncia de que o governo Doria voltou a distribuir alimentos processados na merenda das escolas.

Para o parlamentar, ao mudar a merenda e empobrecer o cardápio, o governo de SP evidencia seu descaso com a alimentação dos alunos.

Emidio ainda lembrou que, em janeiro, o governador João Doria colocou um servidor que, em depoimento à CPI da Merenda, admitiu ter praticado irregularidades para cuidar exatamente da alimentação nas escolas.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum