Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de fevereiro de 2019, 16h51

Governo enviará lei complementar com sistema de capitalização para Previdência

A ideia é que um fundo solidário assegure aposentadoria de pelo menos um salário mínimo para quem não conseguir poupar o suficiente

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O governo pretende enviar ao Congresso um projeto de lei complementar criando um sistema previdenciário por capitalização, informou nesta quarta-feira (20) o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim.

Segundo ele, o sistema não serão obrigatório, mas “alternativo” ao atual, de aposentadoria pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A ideia, segundo Rolim, é que um fundo solidário assegure aposentadoria de pelo menos um salário mínimo para quem não conseguir poupar o suficiente.

O sistema de aposentadoria do INSS é de distribuição. Os mais jovens financiam a aposentadoria dos mais velhos. No sistema de capitalização, o trabalhador tem uma conta individual e se aposenta com aquilo que conseguir poupar.

Leia também
“Do jeito que está, não passa”: Governadores pedem mudanças na reforma da Previdência

De acordo com o secretário, o sistema pode ter uma camada de “contas nacionais”, garantidas pelo Tesouro Nacional e com custos menores que os de mercado.

“É como se fosse uma capitalização, mas no âmbito do Tesouro. Isso garante maior proteção para o trabalhador e menor custo de transição”, afirmou Rolim.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum