O que o brasileiro pensa?
22 de janeiro de 2020, 17h32

Governo gasta R$ 20 bilhões por ano com salários de viúvas e filhas de militares da ditadura

Apenas em novembro de 2019, os pagamentos das pensões vitalícias somaram mais de R$ 2,4 bilhões

Foto: Arquivo

A Comissão Nacional da Verdade (CNV), instaurada em 2014, no governo da ex-presidenta Dilma Rousseff, concluiu, em seu relatório final, que, após apurações, existem 377 pessoas responsáveis por crimes cometidos durante o período de ditadura militar.

Essas pessoas, além de não terem sido punidas pelos crimes que cometeram, ainda causam uma enorme despesa aos cofres públicos.

De acordo com reportagem de Bruno Fonseca e Rafael Oliveira, em levantamento inédito da Agência Pública com dados do Fiquem Sabendo (agência de dados independente especializada na Lei de Acesso à Informação), o pagamento de pensões a viúvas e filhas solteiras de militares chega a cerca de R$ 20 bilhões por ano.

Em janeiro de 2020, o Fiquem Sabendo apurou a lista completa, que contém todos os pensionistas e aposentados, inclusive as pensões vitalícias a filhas e viúvas de militares. Apenas em novembro de 2019, todos esses pagamentos somaram mais de R$ 2,4 bilhões.

A Pública cruzou os dados com a lista de 377 pessoas apontadas como autores de crimes na ditadura e encontrou quatro nomes que, apesar de serem responsabilizados por violações de direitos humanos no regime militar, deixaram pensões a suas viúvas, que são pagas até hoje.

Os citados

Os quatro mencionados na lista são Cecil de Macedo Borer, ex-diretor do Dops da Guanabara; e os médicos-legistas Elias Freitas, Lenilso Tabosa Pessoa e Olympio Pereira da Silva.

Leia a reportagem na íntegra na Agência Pública


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum