Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2018, 11h10

Governo Temer tem pior crescimento do PIB em 100 anos

A expansão média anual do PIB entre 2011 e 2020 deverá ser de 1%, causando estagnação da renda per capita. Mais que uma década perdida como a dos anos 80, será literalmente o pior resultado do século.

Temer. Foto: Lula Marques/Agência PT

O ciclo de baixo crescimento econômico produzido pelo governo de Michel Temer (MDB) é o pior do século, diz o economista-chefe da corretora Tullett Prebon Fernando Montero. Segundo Montero, a expansão média anual entre 2011 e 2020 deverá ser de 1%, causando estagnação da renda per capita. Mais que uma década perdida como a dos anos 80, será literalmente o pior resultado do século.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca o estudo de Montero e seu suas comparações históricas: “naquele período, marcado pelo descontrole inflacionário e fiscal, o PIB brasileiro cresceu a uma média de 1,6% ao ano, um pouco acima do resultado previsto para a década atual, enquanto a renda por habitante encolheu 0,4% anualmente.”

As contas de Montero se baseiam em dados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) até 2017 e em projeções computadas pelo relatório Focus, do Banco Central, para este e os próximos dois anos.

David Kupfer, professor de economia da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), concorda com a avaliação “estamos vivendo um fato inédito na história brasileira, uma catástrofe econômica”. Para que a década entre 2011 e 2020 seja melhor que os anos 1980 seria necessário crescimento de 6% em 2019 e 2020 – algo virtualmente impossível, segundo o texto.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum