Entrevista exclusiva com Lula
30 de outubro de 2019, 18h52

Governo usa perfil oficial da Secom para defender Bolsonaro no caso Marielle

Não é atribuição da Secretaria Especial de Comunicação Social preservar ou proteger o presidente de acusações que apontam seu suposto envolvimento em crimes, como assassinatos

Foto: Reprodução/Facebook

O governo federal usou o perfil oficial da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) no Twitter para defender Jair Bolsonaro no caso da reportagem do Jornal Nacional, da Rede Globo, que aponta um suposto envolvimento da família do presidente nos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

“A história que um dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco foi à casa do presidente Jair Bolsonaro no dia do crime não tem fundamento. O presidente estava em Brasília. É impossível ele ter recebido alguém, no mesmo horário, em sua casa no Rio. #BolsonaroEstamosContigo”, diz a postagem da Secom, com o trecho do vídeo da live desta terça do presidente.

Como diz o próprio site da secretaria, a “Secom é responsável pela comunicação do Governo Federal, coordenando um sistema que interliga as assessorias dos ministérios, das empresas públicas e das demais entidades do Poder Executivo federal”.

Portanto, não é atribuição da secretaria preservar ou proteger o presidente de acusações que apontam seu suposto envolvimento em crimes, como assassinatos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum