Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de fevereiro de 2019, 15h10

Guaidó deve vir ao Brasil para se encontrar com Bolsonaro, segundo assessor do venezuelano

Nicolás Maduro afirmou na segunda-feira (25) que Guaidó responderá à Justiça se decidir voltar ao país, já que desrespeitou proibição de saída do Tribunal Supremo da Venezuela

Juan Guaidó e o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo (Reprodução)

Autoproclamado presidente da Venezuela com o apoio de Donald Trump e Jair Bolsonaro, o líder oposicionista Juan Guaidó deve se encontrar nesta quinta-feira (28) com o presidente brasileiro.

Segundo informações do portal G1, um assessor de Guaidó informou sobre a viagem ao Brasil, que não foi confirmada pelo governo brasileiro.

Guaidó está na Colômbia, para onde foi para participar da tentativa de entrega de ajuda humanitária na cidade fronteiriça de Cúcuta, no sábado (23). Seu assessor que informou sobre a viagem ao Brasil não detalhou o itinerário, mas disse que ele sairá ainda nesta quarta (27) de Bogotá.

Maduro afirmou na segunda-feira (25) que Guaidó responderá à Justiça se decidir voltar ao país, já que desrespeitou uma proibição de saída do Tribunal Supremo venezuelano quando viajou para a Colômbia.

No final de janeiro, o tribunal congelou as contas de Guaidó e o proibiu de sair do país, atendendo ao pedido do procurador-geral Tarek William Saab.

Em entrevista ao canal NTN24, Guaidó disse que retornará ao seu país, apesar do risco de ser preso.

“Estamos em uma zona inédita. E minha função e meu dever é estar em Caracas apesar dos riscos, apesar das implicações”, disse Guaidó.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum