Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de fevereiro de 2019, 16h54

Guaidó é recebido no Planalto sem nenhum cerimonial ou pompa de chefe de Estado

O deputado, autoproclamado presidente da Venezuela, não teve a tradicional receptividade de chefes de Estado: subiu a rampa do Planalto praticamente solitário, sem nenhum apoiador, cerimonial ou honrarias

Foto: Lula Marques

Se por um lado o governo brasileiro, alinhado aos EUA, reconhece o deputado Juan Guaidó como presidente da Venezuela, por outro o trata como um funcionário de baixo escalão. Nesta quinta-feira (28), o líder opositor venezuelano foi recebido pelo governo brasileiro sem nenhum tipo de protocolo oficial ou cerimonial que tradicionalmente são utilizados para receber chefes de Estado.

Um registro feito pelo fotógrafo Lula Marques mostra Guaidó subindo a rampa do Palácio do Planalto praticamente solitário. Contando apenas com a presença do ministro de Relações Exteriores ao seu lado, Ernesto Araújo, o “presidente autoproclamado” se encontrou com Jair Bolsonaro sem ver nenhum apoiador aos arredores e nem mesmo fez a tradicional revista dos Dragões da Independência, unidade do Exército Brasileiro que veste roupas de gala e participa de cerimônias como posse do presidente da República e recepção de autoridades.

Pelo Twitter, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) ironizou: “Não entendi… Um chefe de Estado não deveria ser recebido com protocolo e cerimonial adequados para a autoridade? Então Juan Guaidó chegou ao Palácio do Planalto como qualquer sub do sub do sub? O Zé de Abreu tem que colocar ordem no Itamaraty logo!”.

Depois de ser recebido de maneira fria, Guaidó participou de um pronunciamento ao lado de Jair Bolsonaro em que afirmou que a “luta” pela “democracia” na Venezuela é constitucional e disse que o encontro desta quinta-feira marca um “novo começo” nas relações entre o Brasil e o país hoje governado pelo presidente eleito Nicolás Maduro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum