Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de julho de 2019, 20h11

Hacker detido pela PF tem uma longa ficha de estelionato

Walter Delgatti Neto tem um vasto histórico de golpes

Preso na última semana acusado de ter invadido celulares de de pessoas do alto escalão da política nacional, Walter Delgatti Neto, que vem sendo chamado como hacker de Araraquara, tem um passado marcado por golpes e outros crimes. Uma matéria exclusiva da Fórum, publicada neste domingo, traça um perfil do suspeito que praticaria atos ilegais para ostentar poder e dinheiro.

Delgatti já tinha sido investigado em pelo menos 20 casos que iam de crimes de estelionato, roubo, até estupro. Para cometer esses delitos ele utilizou documentos falsos, se passou por outra pessoa e utilizou uma arma de brinquedo.

Uma das tentativas de golpe dado por Walter foi ter alugado um apartamento mobiliado em Moema, bairro nobre da capital paulista, e ter chamado um caminhão para levar os móveis do local. A polícia foi chamada, mas o estelionatário conseguiu fugir. Só foi reconhecido por ter deixados os documentos verdadeiros no imóvel. Outra denúncia contra o hacker é que ele teria tentado estuprar a própria cunhada e utilizou uma arma de air soft para ameaçar a vítima.

Pessoas próximas a ele o descrevem como alguém que almeja fama e poder, e que utiliza da sua retórica para conseguir praticar esses golpes. Delgatti já era considerado foragido da Justiça por conta de um processo e de infração a Lei das Drogas e por ter falsificado documento público.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum