Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de dezembro de 2019, 08h12

Hacker diz que Glenn não encomendou e nem pagou pelas mensagens

Ele participou das negociações com Glenn para a entrega do conteúdo das gravações

Foto: The Intercept

Luiz Henrique Molição, o hacker que integrava o grupo que invadiu os celulares de várias autoridades, entre elas, Jair Bolsonaro, Sergio Moro, Deltan Dallagnol e mais mil pessoas, afirmou, em delação premiada, que o diretor do The Intercept, Glenn Greenwald, é inocente.

Ele, que participou das negociações com Glenn para a entrega do conteúdo das gravações, garantiu que o americano não pagou pelo material — assim como também não o encomendou.

Ele disse ainda que tentaram vender o material para Manuela D’Ávila. Ela não quis pagar, mas indicou Greenwald que, segundo ela, publicaria as mensagens.

Walter Delgatti, o hacker ainda preso, também disse em depoimento à PF que o The Intercept não pagou qualquer quantia pelo material.

Com informações da coluna de Lauro Jardim


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum