Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de outubro de 2018, 11h34

Haddad: “ao contrario do Bolsonaro, não vamos manter ninguém da equipe econômica de Temer no governo”

Vice na chapa de Bolsonaro, General Hamilton Mourão (PSC) já elogiou o secretário de assuntos estratégicos de Temer, Hussein Kalout, e disse que ele pode vir a fazer parte de um eventual governo dos militares.

Foto: Reprodução

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (13), o presidenciável Fernando Haddad (PT), disse que, caso eleito, “ao contrário de (Jair) Bolsonaro (oponente, do PSL), decidimos não manter ninguém da equipe econômica de (Michel) Temer no governo”.

Haddad se refere principalmente aos encontros de Paulo Guedes, cotado para um superministério da Economia em um eventual governo Bolsonaro, com membros da equipe de Michel Temer, entre eles o secretário de assunto estratégico do governo, Hussein Kalout.

Kalout já se reuniu com Guedes para tratar de uma possível votação da reforma da Previdência ainda no governo Temer, entre outros temas, e foi elogiado pelo candidato a vice na chapa, General Hamilton Mourão (PSC), que também participou do encontro. “Ele é uma pessoa inteligentíssima, muito preparado”, disse Mourão, que ressaltou que Hussein poderia fazer parte de um governo dos militares. “Claro. Um dos melhores quadros do governo”, respondeu sobre essa possibilidade.

Fortunas
Na entrevista, Haddad ainda negou que abriu mão de taxar grandes fortunas, caso seja eleito, e comentou sobre a decisão do TSE, que declarou que o “kit gay” nunca existiu e proibiu a campanha de Bolsonaro de disseminar material sobre o assunto. “Apesar do atraso ficamos felizes do Tribunal tirar do ar o material em que Bolsonaro me acusa de distribuir material para crianças de 6 anos”.

Sobre as críticas de Cid Gomes (PDT), governador eleito do Ceará e irmão de Ciro Gomes (PDT), o petista minimizou. “Foi uma coisa acalorada. Tenho uma amizade pessoal do Cid”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum