O que o brasileiro pensa?
02 de maio de 2020, 08h52

Haddad chama Bolsonaro de “pária”: “O kit gay da OMS será de pouca serventia”

"O impeachment, entretanto, depende de requisitos jurídicos e de condições políticas. Estas últimas dependem exclusivamente da economia. O sistema responde a um único imperativo: a acumulação. Nada pode sabotar a expansão do capital, seja a mudança climática, seja a pandemia", afirma Haddad

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (Foto: Reprodução/GloboNews)

Em artigo na Folha de S.Paulo neste sábado (2), Fernando Haddad analisa o cenário em torno de um possível impeachment de Jair Bolsonaro, a quem classfica como “pária”, diante do crime de responsabilidade cometido pelo presidente ao participar do ato de 15 de março, pedindo a volta da ditadura.

“O impeachment, entretanto, depende de requisitos jurídicos e de condições políticas. Estas últimas dependem exclusivamente da economia. O sistema responde a um único imperativo: a acumulação. Nada pode sabotar a expansão do capital, seja a mudança climática, seja a pandemia”, afirma Haddad.

Segundo ele, Bolsonaro nunca foi do baixo clero – “sempre foi um pária” – e a aproximação com Roberto Jefferson sinaliza que vai atacar para permanecer no poder. “Roberto Jefferson se dispõe a defender o mandato do capitão, a bala, com o apoio das milícias: um exército de achacadores e peculatários”.

Para Haddad, o presidente vive um dilema de natureza econômica e terá que tomar decisões difíceis – “tarefa para a qual nunca se preparou”.

“Veremos se sua esperteza e desfaçatez lhe apontam o caminho. O obscurantismo extremista com que distraiu incultos e ressentidos até aqui não encherá barrigas. O “kit gay da OMS”, lançado por Bolsonaro, será de pouca serventia. A dúvida que lhe aflige é sobre os efeitos da permanência de Guedes e sua cartilha econômica vintage”, dispara.

“Bolsonaro terá que decidir quem paga a conta. Entre o povo e a reeleição, de um lado, e o mandato e o mercado, de outro, a sinuca do impeachment”, complementa Haddad.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum