Haddad critica declaração de Bolsonaro contra máscaras em dia de recorde de mortes por Covid

"O país enfrenta o caos", escreveu o ex-ministro nas redes sociais

O ex-ministro Fernando Haddad usou as redes sociais nesta quinta-feira (25) para criticar a declaração contrária ao uso de máscaras dada pelo presidente Jair Bolsonaro durante a live semanal do mandatário. Neste mesmo dia, o Brasil teve as 24h mais letais desde o início da pandemia.

Leia também: Dino: “Condução do governo Bolsonaro na pandemia é coerente. Desastrosa do início até hoje”

“O sujeito não tomou nenhuma providência para garantir a vacina e, no auge da pandemia, critica o uso de máscara, único paliativo”, escreveu Haddad em seu perfil no Twitter.

“O país enfrenta o caos. Meus sentimentos às mais de 251 mil famílias que perderam um ente querido”, completou.

Nesta quinta, o Brasil registrou 1.582 mortes por Covid-19, segundo dados do consórcio da imprensa. Este é o número mais alto já registrado desde o início da pandemia.

Durante transmissão ao vivo, Bolsonaro tentou desincentivar o uso de máscaras de proteção, uma das principais medidas para evitar o contágio pelo Sars-Cov-2. O mandatário ainda promoveu aglomeração de pessoas sem máscara durante evento realizado em Foz do Iguaçu (PR) e tirou ‘selfie’ com apoiadores.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.