Fórumcast #19
24 de setembro de 2018, 10h42

Haddad é o único presidenciável com maioria feminina de seguidoras no Facebook

Entre os que tem mais seguidores homens estão Marina Silva, única mulher na corrida presidencial, com 67% de seguidores, perdendo apenas para Jair Bolsonaro

Haddad em Recife. Foto: Ricardo Stuckert

De acordo com um levantamento da Spark, empresa de marketing de influência, Fernando Haddad (PT) é o único entre os presidenciáveis que tem mulheres como maioria dos seguidores no Facebook, com 54% do total.

Entre os que tem mais seguidores homens estão Marina Silva (Rede-AC), única mulher na corrida presidencial, com 67% de seguidores, perdendo apenas para Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que tem 68%.

No próximo sábado, 29/9, milhares de mulheres devem ir às ruas protestar contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). A organização dos protestos ganhou força com o grupo no Facebook “Mulheres unidas contra Bolsonaro”, que em uma semana reuniu cerca de 2 milhões de mulheres críticas ao militar reformado de ultradireita.

grupo acabou saindo do ar, após ter sido invadido com a imagem de capa trocada para o teor a favor de Bolsonaro e suas moderadoras sofrerem ameaças.

A rejeição de mulheres a Bolsonaro chega a 49% do eleitorado feminino, segundo pesquisa do Datafolha do dia 10/9. Ou seja, praticamente metade do eleitorado feminino (que corresponde a 53% do total do eleitorado brasileiro) não aceita votar nele de jeito nenhum.

Veja também:  Fórumcast #19 - A ira revisionista da Ditadura pregada e propagada por Bolsonaro

O candidato já deu diversas manifestações machistas e misóginas. Ele disse à deputada Maria do Rosário que só não a estupraria porque ela “não merece”, o que lhe rendeu um processo. É dele, também, a seguinte frase: “Eu tenho cinco filhos. Foram quatro homens, a quinta eu dei uma fraquejada e veio uma mulher”.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum