O que o brasileiro pensa?
27 de julho de 2019, 07h56

Haddad: “Manuela D’Ávilla não se curvou. Seguiremos juntos até derrotar o fascismo”

Manuela D'Ávilla, que passou o contato de Glenn Greenwald a uma pessoa que a procurou para oferecer informações de autoridades, orientou advogados a entregarem à PF suas conversas no Telegram e se colocou à disposição para prestar esclarecimentos

Haddad e Manuela D'ávilla (Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação)

Ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) foi às redes sociais na manhã deste sábado (27) se solidarizar com a ex-deputada Manuela D’Ávilla, que emitiu nota nesta sexta-feira (27) sobre ter passado o contato do jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept, a alguém que dizia ter “obtido provas de graves atos ilícitos praticados por autoridades brasileiras”. Haddad e Manu formaram uma das chapas derrotada na disputa presidencial em 2018.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“@ManuelaDavila tem sido vítima dos golpes mais baixos desde a campanha. Não se curvou. Tenho muito orgulho de ter enfrentado as práticas eleitorais mais repugnantes lado a lado com ela. Seguiremos firmes até derrotar o fascismo. #EuApoioManu”, tuitou Haddad.

Na nota, Manuela diz orientou os advogados “a procederem a imediata entrega das cópias das mensagens que recebi pelo aplicativo Telegram à Polícia Federal, bem como a formalmente informarem, a quem de direito, que estou à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos sobre o ocorrido e para apresentar meu aparelho celular à exame pericial”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum