Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de outubro de 2018, 15h09

Haddad: “Quando você alimenta o ódio, alimenta o fascismo”

No Rio, petista ainda disse ser contra liberação de armas. ""Não queremos as mãos dos brasileiros armadas. No meu governo, as pessoas terão a carteira de trabalho em uma mão e um livro na outra".

Foto: Divulgação

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República, afirmou nesta terça-feira (2) que os sucessivos ataques feitos pelo PSDB contra o partido estão alimentando o fascismo no Brasil.

“Temos sofrido muitos ataques do PSDB, mas isso não está favorecendo o PSDB, e sim o fascismo. Quando você alimenta o ódio, alimenta o fascismo. Aconteceu na Alemanha, na Itália”, afirmou, ao chegar no Instituto Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro.

Em campanha na zona oeste do Rio, Haddad criticou o projeto do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que defende a posse de arma de fogo para os cidadãos comuns. “Não queremos as mãos dos brasileiros armadas. No meu governo, as pessoas terão a carteira de trabalho em uma mão e um livro na outra”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum