Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de outubro de 2019, 06h57

Hashtag #PSLPartidoDeBandidos amanhece em primeiro lugar nos TT’s

Os internautas, em sua grande maioria, ironizam as denúncias de uso de laranjas nas campanhas de Bolsonaro e do ministro do Turismo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A hashtag #PSLPartidoDeBandidos amanheceu nesta quarta-feira (9) em primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter. Os internautas, em sua grande maioria, ironizam as denúncias de uso de caixa dois nas campanhas do presidente Jair Bolsonaro e do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG).

A direção do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, está há semanas estudando formas de se sustentar caso o presidente decida mudar de sigla. Dirigentes da legenda, como Luciano Bivar (PSL-PE), afirmam que há perspectiva de união com outras agremiações. Articulação do PSL veio à tona a partir de sinais do próprio Bolsonaro de que pretende se distanciar do partido.

O incômodo de Bolsonaro com o PSL aumentou após reportagens revelarem que, durante a apuração sobre o laranjal na seção mineira da sigla, a PF encontrou menções à campanha dele.

Além disso, o comentário do presidente da República, Jair Bolsonaro, em que ele afirmou que o presidente do PSL, o deputado Luciano Bivar (PSL-PE), está queimado e que a sigla deve ser esquecida, tem gerado um grande conflito interno. O senador Major Olímpio (PSL-SP) disse que ficou “perplexo” com a declaração e deputados se mobilizam internamente para emitir nota de apoio ao líder da legenda.

Além de Olímpio, uma ala do PSL não ficou nada satisfeita com a declaração. Eles defendem a construção de um manifesto para apoiar Bivar e exaltar a importância do PSL na eleição de 2018. Segundo eles, caso a sigla não tivesse cedido às exigências de Bolsonaro, o atual presidente não teria partido para concorrer às eleições.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum