Humberto Costa coloca Marcos Pontes e Damares Alves na mira da CPI

Vários outros membros do primeiro escalão do governo Bolsonaro também devem depor. Veja aqui

Entre os cerca de 40 requerimentos que deverão ser apresentados pelo senador Humberto Costa (PT-PE) na CPI do Genocídio, dois deles apontam para possíveis novos alvos da investigação que atuam no governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido): os ministros Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovação) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

De acordo com informações da coluna Radar, da Veja, Damares será convocada por conta da suspeita de “genocídio indígena”, expressa na já famosa lista da Casa Civil com possíveis 23 acusações feitas ao governo federal. Já o astronauta Marcos Pontes será chamado por ter realizado evento oficial para a promoção do vermífugo Annita como um remédio milagroso contra a Covid-19 — que, como se sabe, acabou não dando em nada.

Outros membros do primeiro escalão do governo de Bolsonaro também estão na mira. São eles os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello e também o atual, Marcelo Queiroga.

Além deles, serão convocados o ex-secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten, o ministro da Defesa, Braga Netto, e o seu antecessor, Fernando Azevedo e Silva, e o Conselho Federal de Medicina.

Com informações da coluna Radar, da Veja

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR