Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de agosto de 2019, 15h44

Humorista que pediu o impeachment de Dilma é vaiado em ato pró-Bolsnaro

Um dos personagens mais entusiastas de atos contra o governo Dilma Rousseff durante o processo de impeachment em 2016, o humorista Marcelo Madureira sentiu, neste domingo (25), o ódio vindo da direita brasileira, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Ao subir no carro de som para discursar no ato promovido pelo movimento Vem Pra Rua contra a aprovação da Lei de Abuso de Autoridade, o comediante foi vaiado e teve que sair escoltado por policiais militares para sair do local.

“Não tenho medo de vaias. Votei no Bolsonaro e vou criticar todas as vezes que for necessário. Como justificar uma aliança do Jair Bolsonaro com o Gilmar Mendes para acabar com a Operação Lava Jato? É isso que está acontecendo”, arguementou Madureira, que teve o microfone cortado antes que terminasse o seu discurso.

O público, vestido de verde e amarelo, gritava frases com “fora” e “desce, teu carro é outro”. A organização do pediu para que os participantes evitasse dividir o movimento. “É uma minoria de pessoas que não sabem viver em um regime democrático. O governo está fazendo coisa errada”, concluiu o humorista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum