Ibope muda filtro em última pesquisa e influencia resultado, dizem analistas

No levantamento, uma das perguntas - não utilizada nos estudos anteriores - pergunta ao eleitor se ele votou nas últimas eleições. Com a resposta negativa, o entrevistador não prossegue com a entrevista.

O Ibope modificou um dos filtros que selecionam os entrevistados na última pesquisa eleitoral, divulgada nesta segunda-feira (1º), e influenciou diretamente os resultados. “O Ibope modificou o filtro da entrevista. Na pesquisa de ontem não foi entrevistado quem não votou nas últimas eleições. Por isso, a rigor, os resultados não são comparáveis com as pesquisas anteriores”, publicou o cientista político Alberto Carlos de Almeida, em suas redes sociais.

A pesquisa aponta um crescimento de Jair Bolsonaro (PSL) no eleitorado feminino justamente no fim de semana em que foram realizados atos de protestos contra sua candidatura, o movimento #elenão. Os dados têm sido utilizados amplamente pela Rede Globo, que encomendou a pesquisa junto com o jornal O Estado de S.Paulo. No levantamento, uma das perguntas – não utilizada nos estudos anteriores – pergunta ao eleitor se ele votou nas últimas eleições. Com a resposta negativa, o entrevistador não prossegue com a entrevista.

Esse filtro pode ter prejudicado a candidatura de Fernando Haddad (PT), segundo analistas ouvidos pela Fórum. O petista registra crescimento entre os mais jovens, na faixa eleitoral daqueles que não votaram nas eleições anteriores.

Reprodução
Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR